Linux / PHP / Java / Designer

As melhores dicas estão aqui.

Aparência de Mac no seu GNOME, Usando o Mac4lin

| 0 comentários

Essa é um artigo requentado, não faz muito tempo, pouco antes do lançamento do incrivel, fenomenal, magnifico sistema operacional da Apple, Mac OS X Leopard, eu demonstrei como é possivel deixar o GNOME com cara de Mac, alias até melhor em alguns aspectos.Novamente vou repetir o artigo, dessa vez com a versão 0.4 do pacote Mac4Lin.
No final do artigo voce encontrará dois videos demonstrando o Look and Feel desse Tema. O vídeo demonstrativo pega pesado usando o WINE (com msoffice2003) e o vmware (virtualizando o windows xp), também demonstra o comportamento desse tema com acesso ao menu do GNOME, acesso ao cairo-dock, troca de tarefas, meta-desktop (cubo) e as firulas do compiz.

1) Obtendo os pacotes-temas para o GNOME

Primeiramente vá ao endereço http://sourceforge.net/projects/mac4lin, você precisará baixar de lá 4 arquivos :

Mac4Lin_Part1_v0.4.tar.gz <– descompactar
Mac4Lin_Icons_Part2_v0.4.tar.gz
Mac4Lin_Wallpapers_Part3_v0.4.tar.gz <– descompactar

Mac4Lin_Documentation_2.pdf <– apenas a documentação em inglês de como processar a instalação

Extraia todos os arquivos marcados para ‘descompactar’ no mesmo diretório, ao extraí-los serão criadas as seguintes pastas :

Mac4Lin_v0.4
Wallpapers

2) E no principio era apenas o terminal…

Primeiramente vamos precisar dum terminal com acesso de `root`, dê um ALT+F2 e execute “gksu gnome-terminal”, após a carga do terminal, vamos precisar de instalar os pacotes `gnome-art`, `usplash` e `startupmanager` que são importantes para aplicação desse passo a passo.

apt-get install gnome-art usplash startupmanager

3) Instalando novas fontes

Agora que voce tem um terminal com aceesso de “root”, vá até a pasta “Mac4Lin_v0.3/Fonts” que foi descompactada e a seguir execute :

tar zxvf /onde/descompactei/o/arquivo/Mac4Lin_v0.4/Fonts/OSX_Fonts.tar.gz -C /usr/share/fonts/truetype

Voce estará instalando em seu sistema as seguintes fontes :

OSX Fonts/Lucida Grande.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond-Bold.ttf
OSX Fonts/lucon.ttf
OSX Fonts/LITHOGRL.TTF
OSX Fonts/HardGothicNormal.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond-BoldItalic.ttf
OSX Fonts/Lucida Grande Bold.ttf
OSX Fonts/Aquabase.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond-LightItalic.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond-Light.ttf
OSX Fonts/AppleGaramond-Italic.ttf

Precisaremos de algumas fontes microsoftianas, por isso também execute :

apt-get install -y msttcorefonts

Por fim, devemos catalogar as novas fontes instaladas com o comando :

fc-cache -f -v
dpkg-reconfigure fontconfig

Vamos prosseguir e alterar as fontes usadas no GNOME, carregue o Preferências de Aparência em Sistema->Preferências->Aparência (vamos chama-lo daqui em diante de gerenciador de temas), após isso vá até a orelha “Fontes”, ela deverá ficar assim :

Fonte de aplicações : Bitstream Vera Sans Roman, tamanho 8,59961.
Fonte de documentos : Aquabase, Tamanho 9.
Área de Trabalho : Trebuchet MS Negrito, tamanho 9.
Fonte do título de janelas : Lúcida Grande Bold, tamanho 9.
Fonte de largura fixa : Bitstream Vera Sans Mono Roman, tamanho 10.

Alerta : Antes de fazerem tal modificação, atente-se de que deve anotar as fontes que estão sendo usadas no seu sistema para o caso de não alcançarem o efeito desejado e quiser retornar, além disso a renderização é necessária, no meu caso “Suavização de Subpixel”, para você poderá ser outra.

4) Instalando novos cursores

Carregue o gerenciador de temas, após isso vá até a pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.4/GTK Cursor Theme” e arraste o arquivo `Mac4Lin_Cursors_v0.4.tar.gz` para dentro da janela do gerenciador de temas. Cada vez que você arrastar e soltar um .tar.gz com um tema dentro, o gerenciador de temas vai questiona-lo se deseja aplicar este tema, o mais indicado é responder ’sim’ daqui para frente.

Tela de configuração cursor :

Escolhendo o cursor com estilo de Mac OS X.

5) Instalalando e configurando os sons

Novamente vá até a pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.3/Sounds’ , lá você encontrará o arquivo “OSX_Sounds_v0.3.tar.gz” que possui uma coleção de sons .wav temático do OS X. Para instala-lo :

tar zxvf /onde/descompactei/o/arquivo/Mac4Lin_v0.4/Sounds/MacOSX_Sounds.tar.gz -C /usr/share/sounds

Agora volte para o menu em Sistema->Preferencias->Som, escolha a orelha “Sons” e lá voce encontrará uma tela semelhante a :

Preferencias de som

Clique em cada caixa de seleção de musica e escolha os efeitos sonoros conforme mostrado acima, os efeitos sonoros exclusivos estarão na pasta /usr/share/sounds/MacOSX_Sounds/. Obviamente a idéia acima foi apenas um exemplo, há muitos outros arquivos de som que podem ser combinados.

Alerta : Se você já possui uma coleção de sons já configurado não esqueça de anota-las antes dessa modificação, isto é requerido caso você não goste da combinação acima.

6) Instalando o tema versão Metacity (padrão do gnome)

Se você usa outro gerenciador de janelas como por exemplo o emerald então pule este passo.

Vá até a pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.4/GTK Metacity Theme’ , lá há dois temas incluídos :

Mac4Lin_GTK_Graphite_v0.4.tar.gz

Mac4Lin_GTK_v0.4.tar.gz

Existem também outros dois com nome semelhante porém com o sufixo “Mac4Lin_GTK_MacMenu“, estes só podem ser utilizados se voce aplicou um patch que transformou o menu do gnome exatamente como no Mac, onde os menus dos aplicativos também vão flutuar no painel superior.

O procedimento para instalar estes dois temas é igual a qualquer outro, apenas arraste um ou os dois temas para dentro do gerenciador de temas.

7) Instalando novos ícones

Carregue novamente o gerenciador de tema, após isso vá até a pasta onde voce copiou o arquivo “Mac4Lin_Icons_Part2_v0.4.tar.gz” e arraste-o para dentro da janela do gerenciador de temas. Quando você arrastar e soltar então o gerenciador de temas vai questiona-lo se deseja aplicar este tema, responda ’sim’.

Para exibir ícones na area de desktop como “Meu Computador”, “Minha Pasta Pessoal”, “Servidores de Rede” e “Lixeira”, faça assim, dê um ALT+F2 e execute “gconf-editor” e a seguir procure por essa chave apps->nautilus->desktop e habilite as seguintes entradas conforme sua necessidade de exibir tais ícones na area de desktop :

  • Computer Icon Visible = Meu Computador
  • Home Icon Visible = Minha Pasta Pessoal
  • Network Icon Visible = Servidores de Rede
  • Trash Icon Visible = Lixeira

Exemplo da aparencia da tela com os ícones temáticos :

Gnome com aparencia de Mac OSX

8) Instalando novos papeis de parede

Carregue novamente o gerenciador de tema, escolha a orelha “Plano de Fundo” e após isso vá até a pasta recém descompactada “Wallpapers/″ e arraste todos os arquivos (use o mouse para selecionar todos) para dentro da janela onde exibe todos Planos de Fundos. Quando voce arrastar e soltar então todos os papeis de paredes utilizados no Mac OS X estarão relacionados. Selecione uma imagem qualquer da relação que satisfaça seu gosto pessoal, todas são excelentes imagens.

9) Instalando o tema para o Emerald

Se você não usa o gerenciador de janelas Emerald, pule este tema.

Carregue o gerenciador de temas do Emerald, vá em Sistema->Preferências->Emerald Theme Manager, a seguir vá em “Temas” e clique no botão “Importar”, e ao ser questionado para selecionar o arquivo então escolha-o dentre a récem descompactada pasta “Mac4Lin_v0.4/Emerald Theme/…” , lá voce encontrará dois ótimos temas, selecione um deles.

10) Tema para o gerenciador de login (GDM)

Carregue o gerenciador de login, vá em Sistema->Administração->Janela de Inicio de Sessão, em seguida selecione a orelha “Local”, também na opção “Tema” escolha a opção “Apenas selecionado”. Você perceberá que logo abaixo há uma relação de temas a serem selecionados, a partir daí apenas arraste o conteúdo da pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.4/GDM Theme/Mac4Lin_GDM_v0.4.tar.gz” para a janela onde há essa relação de temas. Você será questionado se deseja realmente instalar este tema, escolha “sim” e a seguir verá como opção de tema, um item chamado “Mac OS X Leopard” na relação, agora é só seleciona-lo e aplicar. Na próxima vez que fizer o seu login notará uma diferença agradável. Esse tema para o GDM está uma obra prima.

11) Tema para o splash screen do GNOME

Carregue o gerenciador de splash screen do gnome, vá em Sistema->Preferencias->Splash Screen, a seguir ative a opção “Mostrar splash screen no inicio” (em inglês : Show splash screen on startup). Após isso ative o botão “Exibir splash screen no inicio” (em inglês : “Show splash screen on startup”) e em seguida clique no botão “+ Instalar” (em inglês : “+ Install”) e selecione os 3 arquivos que estão na pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.4/GTK Login Splash/”. Esse procedimento é chato porque você não pode arrastar e soltar todos de uma única vez, tem que incluir individualmente os 4 arquivos de splash-screen. Após incluir todos, selecione uma que lhe agrade na tela principal e clique no botão “Ativar” (em inglês : “Activate)” em baixo. Na próxima vez que fizer o seu login notará a diferença.

12) Tema para o Firefox

Antes de instalar os temas é preciso instalar algumas extensões que acompanham o tema, para instala-los carregue o Firefox e vá em Ferramentas->Complementos e a seguir selecione a orelha “Extensões” (ou “Complementos” em algumas versões), e arraste todos os arquivos que encontrar na pasta recém descompactada “Mac4Lin_v0.4/Firefox Addons/Extensions/” com as seguintes extensões :

custom_buttons.xpi
fission-0.8.8.xpi
stop_reload_button.xpi

Se voce está usando o GNOME com o patch-menu do Mac ou também acha que o menu do Firefox é muito consumista de espaço, também vai gostar de instalar essa extensão :

hide_menubar.xpi

Basicamente o que ela faz é ocultar a barra de menu do Firefox, sem o patch de menu do MacOSX voce só voltará a ve-lá na opção de personalizar a barra de icones (onde fica voltar, avançar, reload,…).

Para a janela do Firefox contendo os complementos, e então instale todas essas extensões. Achei essas extensões bem agradáveis, o status de progressão por exemplo se utiliza da própria barra de URL.

Então por fim arraste também o arquivo-tema “FireFox Safari Skin – Vfox2.jar” que se encontra em “Mac4Lin_v0.4/Firefox Addons/Extensions/FireFox Safari Theme – Vfox2.jar” e aplique o novo tema. Reinicie o firefox se desejar saber como ficou a aparência dele. O Firefox depois de re-estilizado fica assim :

Tema do apple Mac OS X aplicado no firefox.

13) Instalando o Cairo-Dock (somente para usuários do compiz/XGL)

O Cairo-Dock é uma dock com algumas semelhanças com o dock do Mac OSX, mas possui vários temas e plugins, onde cada combinação produz um resultado totalmente novo em suas características.Infelizmente não é possível instala-lo a partir de nenhum repositório. Porém, há pacotes prontos onde é mantido o projeto.Acesse a página : http://developer.berlios.de/project/showfiles.php?group_id=8724

E salve os seguintes arquivos :

cairo-dock-plug-ins_[versao]_i686-32bits.deb
cairo-dock_[versao]_i686-32bits.deb

No terminal, execute :

sudo apt-get -y install libglitz-glx1   libglitz1
cd /onde/salvei/os/pacotes/do/cairo
sudo dpkg -i  cairo-dock*.deb
sudo apt-get install -f

Para experimenta-lo vá ao menu do GNOME->Ferramentas do Sistema->Cairo Dock.
Na primeira vez em que ele é carregado é mandatório a seleção de um tema, escolha “_MacOSX_” que é mais adequado para imitar o sistema da Apple. A parte mais importante é que ao selecionar um tema deixe também marcado as opções “Use the new theme’s behaviours” e “Use the new theme’s lauchers” para não manter as caracteristicas de temas anteriores :

ubuntuparadise-cairodock-selecionar-tema.png

Após carregar o cairo-dock, vá até a dock que estiver sendo exibida e com um clique  botão-direito selecione Cairo-dock->Check Updates, depois repita a mesma operação, porém Cairo-dock->Manage Themes, é nesse momento que você selecionará a guia “Themes” e na relação de “List of themes”  o tema exemplo “_MacOSX_“, deixe também marcado as opções “Use the new theme’s behaviours” e “Use the new theme’s lauchers“. Uma amostra de como ficará a dock :

Cairo-Dock com a aparencia de MacOSX

Para manter o Cairo-Dock carregado sempre que sua sessão do GNOME iniciar, acesse o menu do GNOME->Sistema->Preferencias->Sessões, então clique no botão “Adicionar” e preencha os campos nome, comando e comentário com cairo-dock.

Além dos temas variados, há também muitos plugins. Um deles carrega na dock a previsão do tempo, só que para funcionar precisa especificar o código da localidade a ser observada. Como eu descubro esse código ? É simples, basta acessar o endereço : http://br.weather.com e lá procurar a cidade ou localidade desejada, se eu pesquisar por ‘São Paulo’  serei redirecionado para a página : http://br.weather.com/weather/local/BRXX0232?x=0&y=0

O código em negrito acima é o código da localidade a ser usada para este plugin :

No caso do plugin acima você pode ainda detalhar alguns efeitos como o “carrocel” para exibir de forma giratória as previsões do tempo futuras :

Na minha opinião, cada tema do cairo-dock é mais  bonito que o outro e cada um deles tem suas surpresas.

14) Telas de boot (usplash e grub)

Também é possivel modificar a tela de seleção de boot do grub e o splash screen quando o sistema inicia-se. Antes de prosseguir atente-se para o seguinte fato, o aplicativo que voce está preste a instalar é capaz de personalizar o grub de uma forma bastante abrangente que pode esbarrar em limites conhecidos por sua placa de video, portanto, use as instruções a seguir por sua conta e risco.

O startup-manager é um excelente front-end para configurar o sistema de boot, o grub. No entanto, dependendo das configurações que voce utilizar poderá até mesmo incapacitar o sistema de boot de sua máquina, por isso vamos fazer uma cópia da configuração atual do GRUB :

sudo cp /boot/grub/menu.lst /boot/grub.menu.lst.copy

Vá em Sistemas->Administração->Startup-Manager, eis a tela a seguir :

Tela do Startup Manager.Tela do Startup Manager (aparencia).

O primeiro ajuste é ir até a guia “Boot Options” e habilitar as opções :

Show bootloader menu
Show boot splash
Show text during boot

Após isso vá até a guia “Appearance”, habilite a opção “Use colors in bootloaders menu”.

Clique no botão “Manage bootloaders themes…” e a seguir no botão “Adicionar” e adicione todos as imagens .xpm.gz alistados na pasta recém descompactada em “Mac4Lin_v0.4/Grub Splash/*.xpm.gz”, a seguir habilite a opção “Use Background image for bootloader menu” e finalmente na caixa “Grub Background Image” voce seleciona uma das telas que voce adicionou, por exemplo, mac1.xpm.gz.Também clique no botão “Manage usplash themes…” e a seguir no botão “Adicionar” e adicione todos os temas (arquivos com a extensão .so) alistados na pasta recém descompactada em “Mac4Lin_v0.4/Usplash/*.so”, a seguir em “Usplash Theme” seleciona um dos temas que voce adicionou, por exemplo, osx-splash.so.

A combinação acima é apenas um exemplo, para verificar o seu funcionamento reinicie o computador. Novamente vale a pena ressaltar de que dependendo da combinação em “Boot Options”, o GRUB e o tema dele podem falhar se sua placa de video não portar tais resoluções indicadas no modo de vídeo vesa.

15) Confira a aplicação do tema

Gerenciador de temas não é muito confiável quando voce pede para ele aplicar os temas e cursores automáticamente. Portanto, sugiro você verificar como o seu tema ficou no final. Acesse o menu do GNOME e vá em Sistemas->Preferencias->Aparência e confirma se o tema selecionado e chamado de “Personalizado” está configurado conforme indicado abaixo e faça as mudanças necessárias :

Tema : Personalizado (duplo clique nele)

Controles : Mac4Lin_GTK_(qualquer um dos temas acima)_V0.4

Cores : n/a

Margem da Janela : Mac4Lin_GTK_(qualquer um dos temas acima)

Ícones : Mac4Lin_Icons_v0.4

Cursor : Mac4Lin Cursors v.0.4

Se tudo está conforme esperado, então feche o gnome-terminal.

No final seu GNOME ficará mais ou menos assim :

Um pouco mais do Look and Feel do mac4Linux usando aplicações consideradas criticas nesse ambiente OpenGL tais como wine (usando o msoffice2003) e vmware(virtualização), claro que é util para demonstrar a troca de programas, meta-desktops (cubo) e firulas do compiz :

Conclusão :

Ainda existem alguns outros ajustes que voce poderia fazer como por exemplo configurar o exaile(conjugado com o AWN), Pidgin e XMMS, infelizmente não dá para mencionar todas as possibilidades, mas se voce estiver interessado então leia PDF que acompanha o Mac4Lin descrevendo passo a passo todos os itens que mencionei e ainda mais alguns outros.

By Rodrigo Martins

Paz e bem

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.