Linux / PHP / Java / Designer

As melhores dicas estão aqui.

Banda larga via rede elétrica

| 0 comentários

As conexões de computadores em rede por meio de cabos e via wireless são bem conhecidas e discutidas atualmente. No entanto, há uma alternativa, o PLC (Power Line Communication) que, por conta de ficar emperrada em testes, não conquistou popularidade e ainda não cresceu no mercado.

O PLC é estudado no Brasil desde 2001 e foi esquecido há algum tempo. A tecnologia utiliza a infra-estrutura dos fios de rede elétrica para trafegar sinais de telecomunicações.

“Como a freqüência desses sinais é da ordem de MHz, e a energia elétrica trafega na faixa de Hz, os dois sinais podem conviver no mesmo meio físico, portanto, esta tecnologia não depende que exista energia elétrica, somente os fios”, afirma Gilberto Cardoso, gerente comercial da Eletropaulo Telecom.

Segundo Cardoso, “o PLC usa uma faixa de freqüência menor (narrowband) para a realização da gestão da rede de energia elétrica, como medição remota, automação, corte-religa, entre outros”. Para o usuário se conectar a esta faixa, precisará de um módulo de PLC conectado na tomada e no computador.

O PLC na Europa, também conhecido como HomePlug nos Estados Unidos, também pode ser utilizado para conectar desktops, equipamentos de som e outros eletroeletrônicos em rede. Isso, segundo Walter Merege, gerente de Tecnologia da Semp Toshiba, já pode ser feito em casas ou empresas brasileiras.

Já a conexão à internet por meio de rede elétrica ainda não está disponível no País e tem sido testada por empresas como Eletropaulo Telecom, em São Paulo, Light no Rio de Janeiro, Copel no Paraná e Celg (Companhia Energética de Goiás), sem previsão de conclusão.“Com relação a preço, acreditamos que o serviço de acesso à internet deverá ter um custo compatível com as tecnologias existentes”, diz Cardoso. Além disso, concorrem com as conexões em banda larga por cabo, ADSL e Wi-Fi.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.